Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Gravidez na Adolescência e Partos Cesáreos

A proporção de casos de gravidez na adolescência no Estado é uma das menores do Brasil

A gravidez precoce é, freqüentemente, uma situação de risco para a saúde da mãe e do feto e é muito importante para avaliar a saúde física e mental da adolescente-mulher, pois, normalmente, os casos de gravidez em mulheres com menos de 20 anos não são planejados e, não raro, resultam na busca do aborto ou no abandono do filho. Segundo estimativas da OMS, aproximadamente um terço das mulheres que buscam atendimento hospitalar por complicações de abortos são adolescentes, o que aumenta o risco de mortalidade materna nesta faixa etária.

A proporção de casos de gravidez na adolescência no Estado é um dos menores do Brasil. Em 2010, segundo o DATASUS, era de 16,39% a proporção de nascidos vivos de mães com menos de 20 anos de idade, enquanto a média do Brasil era de 19,31%. Entre as unidades da federação, o RS está na 25ª colocação, superado apenas por São Paulo e Distrito Federal com, respectivamente,14,81% e 13,48%, que apresentam os menores percentuais do Brasil. Já em 2011, o indicador atingiu 16%, segundo a SES RS, confirmando a tendência de queda já observada desde 2000.

Outro aspecto importante da saúde materna e neonatal é a proporção de partos cesáreos¹. No Brasil, as taxas são extremamente elevadas em todas as regiões, bem acima do preconizado pela Organização Mundial da Saude – OMS, que já em 1985 defendia taxas de cesárea entre 5% e 15%, proporção essa reiterada em estudo mais recentes. De acordo com a Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde², mulheres submetidas a cesáreas tiveram 3,5 vezes mais probabilidade de morrer entre 1992–2010 e 5 vezes mais de ter infecção puerperal entre 2000–2011 do que as de parto normal.

No Brasil, em 2010 o percentual de partos cesáreos era de 52,34% enquanto que no Rio Grande do Sul, o sétimo no ranking entre as unidades da federação, chegava a 58%, bem superior a taxa brasileira. A sua proporção se mostrou crescente ao longo do período de 2000 a 2011, tendo atingido, no Estado, a proporção de 60,3%, em 2011.

¹ Cesarianas são procedimentos cirúrgicos idealizados e praticados visando o alívio de condições maternas ou fetais, quando há risco para a mãe, para o feto, ou ambos, durante o trabalho de parto e, em algumas situações específicas, fora dele.
² Secretaria de Vigilância em Saúde/MS. As cesarianas no Brasil: situação no ano de 2010, tendências e perspectivas. P.373-397 In: Saúde Brasil 2011: uma análise da situação de saúde e de evidências selecionadas de impacto de ações de vigilância em saúde.

Evolução do percentual de partos em mães com menos de 20 anos de idade no RS 1995-2011 (%)
grafico evolucao partos maes adolesc 1995 2011

Fonte: SES RS

Proporção de partos por idade da mãe no RS 2010 (%)
grafico prop partos idade mae 2010 rs

Fonte: SES RS

Evolução do percentual de partos cesáreos no RS 1992-2011 (%)
grafico evol partos cesareos 1992 2011

Fonte: SES RS

Arquivos para download

Atlas Socioeconômico do Rio Grande do Sul