Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Produtos Químicos, Farmoquímicos e Farmacêuticos

Os segmentos de química, farmoquímica e farmacêutica apresentam concentração territorial no Estado.

No Brasil, em 2015, a indústria de Produtos Químicos¹ possuía 9.091 estabelecimentos e 269.618 empregados. O Rio Grande do Sul era responsável por aproximadamente 9% dos estabelecimentos e 6% dos empregados do segmento. São Paulo possui em torno de 48% dos empregos do segmento no Brasil.

A indústria de Produtos Químicos tem estabelecimentos em 140 dos 497 municípios gaúchos.  Em 2015, existiam 778 estabelecimentos, os quais empregavam 16.918 pessoas. Os municípios de Porto Alegre, Caxias do Sul e Novo Hamburgo concentram 26% dos estabelecimentos deste segmento, enquanto Rio Grande e Triunfo detêm 25% dos empregos. Entre as unidades industriais de fabricação de produtos químicos pode-se destacar o Pólo Petroquímico  em Triunfo, a Refinaria Alberto Pasqualini em Canoas e  as várias fábricas de insumos químicos agrícolas instaladas em Rio Grande. 

Já a indústria de Produtos Farmoquímicos e Farmacêuticos¹ possuía no Brasil, em 2015, 835 estabelecimentos e 103.187 empregados. O Rio Grande do Sul detinha aproximadamente 6% dos estabelecimentos e apenas 2% dos empregos do segmento no país.

A indústria de Produtos Farmoquímicos e Farmacêuticos, por sua vez, está extremamente concentrada no Rio Grande do Sul, com estabelecimentos em apenas 19 dos 497 municípios gaúchos. Em 2015, existiam 52 estabelecimentos, os quais empregavam 2.246 pessoas. O municípios de Porto Alegre concentra 44% dos estabelecimentos do segmento no Estado, enquanto Porto Alegre, São Jerônimo e Caxias do Sul concentram 91% dos empregos.

Esses segmentos tendem a ser bastante especializados e operar ligados diretamente ao avanço de pesquisa científica e tecnológica, utilizando modernos e qualificados sistemas de produção. Por isso, possuem uma concentração territorial maior no Estado e no Brasil.

¹ Segundo o CNAE, o segmento de Produtos Químicos compreende a transformação de matérias-primas orgânicas ou inorgânicas por processos químicos e a formulação de produtos e a produção de gases industriais, fertilizantes, resinas e fibras, defensivos agrícolas e desinfetantes domissanitários, produtos de limpeza e perfumaria, tintas, explosivos e outros produtos químicos e também a fabricação de produtos petroquímicos básicos e intermediários. E, o segmento de Produtos Farmoquímicos e Farmacêuticos corresponde a fabricação de medicamentos e de outros produtos farmacêuticos inclusive curativos impregnados com qualquer substância, preparações anti-sépticas, entre outros.  

Arquivos para download

Atlas Socioeconômico do Rio Grande do Sul